Novas informações sobre o VI Colóquio Nacional da Produção de Pequenos Frutos

O evento, que acontece entre os dias 22 e 23 de maio de 2020, em Odemira, abordará a sustentabilidade da produção de pequenos frutos. 

O certame é novamente organizado pelo INIAV, I.P. (Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária), em colaboração com a APH (Associação Portuguesa de Horticultura), o COTHN-CC (Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional – Centro de Competências) e o Município de Odemira.

"A produção de pequenos frutos tem aumentado de uma forma muito acentuada em Portugal, quer pela existência de excelentes condições ambientais que algumas regiões possuem para produzir para o mercado de exportação, quer pela elevada competência da maioria dos empresários/produtores envolvidos na fileira. Na presente edição do colóquio pretende-se analisar e debater áreas fundamentais para a sustentabilidade da produção intensiva de pequenos frutos que não coloquem em causa a competitividade do setor e a rentabilidade das culturas", é possível ler-se no comunicado da organização.

"O setor dos pequenos frutos encontra-se com uma dinâmica extremamente forte ao nível da produção, exportação e transformação, sendo uma das áreas da hortofruticultura que mais contribui para as exportações portuguesas. A fileira cresceu em área, em produção e valor".

Em 2018, a área de pequenos frutos ultrapassou os 3800 hectares. Apesar do mirtilo representar metade da área plantada, as framboesas continuam a ser o destaque. No seu conjunto, o valor exportado de pequenos frutos representou mais de 200 milhões de euros no ano anterior. 

Nesta sexta edição, o colóquio contará com um painel de oradores nacionais e estrangeiros de reconhecido mérito, investigadores, técnicos, produtores e outros agentes.

Regiões

Notícias por região de Portugal

Tooltip